5 linguagens do amor – tudo o que você precisa saber

Você já ouviu falar nas 5 linguagens do amor? Bem, primeiramente, eu gostaria de te convidar a fazer uma reflexão.

Quantos relacionamentos ao nosso redor simplesmente acabaram por dificuldades ou falta de comunicação, por não se sentirem compreendidos, amados ou valorizados na relação que estavam vivendo.

E se refletirmos um pouco mais, poderíamos levantar uma outra questão importante. Como aprendemos a nos relacionar? Com a vida? Com o exemplo de nossos pais, avós e amigos?

Aprendemos pela observação de relações ao nosso redor, não é mesmo? E se essas relações aos nosso redor não forem bons exemplos? Ou pior, se elas não existem como casal, um exemplo

de uma mãe viúva ou de pais separados, podemos dizer que isso prejudica ainda mais nosso aprendizado e nossa referência. Certo?

Se não temos essa referência vamos buscar em outros lugares, como livros, filmes, novelas e músicas, e qual o perigo disso? Estamos falando de um mundo fantasioso que não possui pessoas de verdade, com vidas de verdades, e sim peças de uma obra de arte, parte de algo lúdico e ilusório.

Desejamos ter a vida da princesa salva da Disney ou da personagem daquela comedia romântica onde eles viveram felizes para sempre, mas que não explica de fato como é o dia a dia, como é a rotina, como eles se comunicam? Como eles reagem aos conflitos e as diferenças de casais.

Essa parte está oculta e vamos nos arriscando e tentando e aprendendo com o erro, ou muitas vezes desistindo de ter uma relação conjugal pois não dá certo com ninguém mesmo.

Será que se fosse necessário um curso, um vestibular, ou uma faculdade para se relacionar com alguém seria assim tão difícil?

Se precisássemos estudar o comportamento humano, estudar profundamente o ser humano, sua mente, alma e coração, fosse através da filosofia, ou da psicologia, enfim, se precisássemos estudar para entender a nós mesmos e o outro individuo será que conseguiríamos uma vida mais tranquila como casal?

Infelizmente eu não sei responder isso, mas eu sei dizer que quanto mais você entende o outro mais fácil será a comunicação e a definição das expectativas, tanto as suas quanto as da outra pessoa.

Podemos começar então entendendo como as pessoas se comunicam, pois se você gosta de alguém e quer estar ao lado dessa pessoa, nada melhor que entender o idioma que ela fala e se comunicar no idioma correto, além de demonstrar empatia isso pode ser considerado amor verdadeiro.

A comunicação clara, sem ruídos é essencial em qualquer aspecto de nossas vidas, seja para nos relacionarmos com nosso parceiro, com nossos filhos, com nossos pais, irmãos e tudo e qualquer que envolva outro indivíduo.

Entenda as 5 linguagens do amor

Segundo Gary Chapman, que estudou antropologia, e é doutor em Filosofia existem basicamente 5 formas de comunicação, ele é o autor do livro “As 5 linguagens do amor”.

Segundo a sua definição temos as seguintes formas de demonstrar amor:

1. Palavras de afirmação;

2. Tempo de qualidade;

3. Presentes

4. Toque físico;

5. Atos de serviço;

Antes de detalhar cada uma delas é importante dizer que algumas pessoas podem ter mais de uma ou até mesmo todas as formas, mas certamente uma se destaca e toca mais assertivamente seu modo de se sentir amada.

Teste para saber a sua linguagem do amor

Existem diversos testes na internet que você pode fazer para descobrir a sua linguagem do amor, mas posso adiantar que lendo detalhadamente o que cada uma significa você mesmo consegue se identificar e identificar seu cônjuge, claro que isso só é possível se você está disposto a enxergar suas características sem ser tendencioso.

Vamos conhecer cada uma delas, lembrando que pelo menos duas dessas características se sobressaem e devem ser o objeto de foco e dedicação no seu desenvolvimento e melhoria contínua.

Resumo das 5 linguagens do amor

Palavras de afirmação: Aqui a palavra tem poder. São pessoas que gostam de elogiar o parceiro como forma de demonstrar o seu carinho, exaltando todas as suas atitudes e atributos. E da mesma forma, são pessoas que entendem estarem sendo amadas quando estão sendo elogiadas.

Como dito, o suporte emocional é essencial para essa pessoa. Essa pessoa se sente amada se você a inspirar, apoiar, impulsionar, agradecer e ouvir atentamente o que ela diz.

O que fazer para manifestar afeto por quem se comunica por essa linguagem:

Ser atento, admirar. Deixar bilhetes e recados inspiradores. Aqui é ser torcedor de esporte mesmo, motivar através da palavra, escrever e falar sobre os pontos fortes e sobre seus sentimentos ajudarão nessa comunicação.

O que você deve evitar fazer para manter seu relacionamento sem brigas desnecessárias:

Criticar, humilhar, subestimar esforços. Lembre-se que o que é dito/ouvido por essa pessoa é sentido com a alma, ela tem o coração na boca e no ouvido.

Em resumo, as palavras de afirmação são importantes para que o ouvinte se sinta confiante, valorizado, importante e amado. Isso é positivo para quem ouve e para quem fala, uma vez que esse ato é uma forma de demonstrar sentimentos e crenças positivas e verbalizar seu amor pela pessoa, conseguindo tocar o coração de quem possui essa linguagem principal. Verbalize!

Tempo de Qualidade: quando seu cônjuge (ou você) gostam de dedicar um tempo valioso a pessoa amada. Ainda que seja curto, é intenso e há um grande desprendimento de energia e dedicação para fazê-lo acontecer.

São as pessoas que gostam de programações especiais – seja fazendo ou recebendo – e acreditam que, por meio delas, estão expressando seu amor. Existem também aqueles que acreditam só estarem sendo verdadeiramente amados quando possuem esse tempo ao lado do parceiro.

O tempo que se passa junto deve ser apenas dos dois. Ou seja, nada nem ninguém pode te distrair da pessoa. Sem celular, sem TV e se possível sem filhos. Estamos falando de tempo dedicado e atenção total a pessoa.

O que fazer para manifestar afeto por quem se comunica por essa linguagem:

Criar momentos românticos. Pode ser um passeio juntos um dia no campo ou uma viagem. Ou simplesmente se sentar para uma conversa, um café sem que nada ao redor tire sua atenção da pessoa.

O que você deve evitar fazer para manter seu relacionamento sem brigas desnecessárias:

Distrair-se com coisas irrelevantes, passar o tempo todo trabalhando.

Nesse caso, se a pessoa que tem essa linguagem como principal se casa com alguém muito dedicado ao trabalho temos uma crise instalada, pois passa a mensagem que o trabalho é mais importante que a relação dos dois. Esteja!

Presentes: como já diz o nome, essa linguagem está atrelada não necessariamente ao valor financeiro do produto, mas sim, o ato de presentear a pessoa amada e entender que esse movimento é uma valorosa demonstração de afeto. Há os que entendem estarem sendo amados quando são presenteados.

Demonstrar atenção e que você pensa na pessoa. Percebendo coisas que ela gosta e presenteando em datas normais, prestando atenção no que a pessoa fala e deseja.

O que fazer para manifestar afeto por quem se comunica por essa linguagem:

Preparar pequenas surpresas, dar presentes e impressionar com experiências. Podendo ser presentes físicos ou momentos inesquecíveis. Presenteie!

O que você deve evitar fazer para manter seu relacionamento sem brigas desnecessárias:

Esquecer as datas importantes ou esperar uma ocasião para presentear sem ter vontade de fazê-lo e dar algo que não tem a ver com a pessoa, o que prova que você não a conhece e não entende seus gostos, por não prestar atenção.

Toque físico: algumas pessoas sentem a necessidade física de tocar ou serem tocadas para conseguirem se fazer entender. São os indivíduos que gostam de fazer (ou receber) carinho, beijos ou até toques suaves pelo corpo em pequenas doses, ao longo do dia.

Demonstrar carinho, valorizar a intimidade. Através do toque físico o afeto é demonstrado e os laços se fortalecem, e nesse caso pode ser que a pessoa não seja de toque com amigos e família, apenas com o amor mais profundo de cônjuge e filhos.

O que fazer para manifestar afeto por quem se comunica por essa linguagem:

Abraçar, beijar, dar as mãos. Fazer com que a comunicação seja realmente intima e próxima. Todo gesto de carinho alimenta esse amor.

O que você deve evitar fazer para manter seu relacionamento sem brigas desnecessárias:

Ser distante, evitar o contato físico, rejeitar o parceiro. Fugir de um abraço ou de um beijo pode ser muito dolorido para quem se comunica por essa linguagem, tem um peso de rejeição. Abrace!

Atos de serviço: mais ação e menos palavras – quem nunca conheceu alguém assim? Essa linguagem prevê que lavar uma louça ou consertar o carro é o caminho para fazer com que o amado perceba a importância em sua vida do que ficar falando isso. Se você acredita estar sendo amado quando recebe um gesto de serviço, talvez essa seja a sua linguagem de compreensão.

Use a frase “Eu te ajudo“. Para este é muito importante que você esteja ao seu lado para ajudar.

Mas não se engane, assim como essa pessoa reconhece o serviço como ato de amor, ela o manifesta da mesma forma, não mede esforços para ir e resolver algo que alguém está fugindo, se oferece para acolher e dar suporte sempre.

O que fazer para manifestar afeto por quem se comunica por essa linguagem:

Tente sempre apoiar seu parceiro. Mostre carinho preparando café da manhã e ocupando-se das tarefas domésticas. Aqui a expectativa é baixa, vai desde surpreender a pessoa com uma organizada num armário, ou resolver algo burocrático, ou comprar algo que vai evitar que essa pessoa o faça.

O que você deve evitar fazer para manter seu relacionamento sem brigas desnecessárias:

Achar que os problemas dos seus amigos são mais importantes, não cumprir combinados, evitar responsabilidades. A pessoa de serviços espera que o mundo ao redor se comporte como ela, e acredita que todos precisam estar dispostos a ajudar o próximo. Não atender essa expectativa pode ser devastador.

Em resumo, as pessoas que têm como forma de linguagem de amor os atos de serviço, são aquelas que gostam de oferecer ajuda, auxílio e cuidados como forma de demonstrar o seu amor. Gostam de ajudar e doar o seu trabalho e sem medir esforços, pois gostam de receber bem as pessoas por meio de ações e serviços.

Se ofereça para lavar uma louca ou preparar o jantar, desde que depois também lave a louca. Faça!

Em conclusão, de nada adianta conhecer apenas a sua forma de comunicação e saber que é isso que você espera do outro. Na verdade, o que se espera é que você conheça a linguagem de seu parceiro, e se esforce em deixá-lo saber o quando o ama e o que pode fazer por ele.

A comunicação direta e clara, é essencial para um relacionamento saudável e respeitoso. Lembrando que, essa comunicação pode ser utilizada de forma assertiva para parceiro, filhos, colegas de trabalho e familiares em geral.

Conhecer as 5 linguagens do amor, além de salvar um relacionamento que já existe pode te auxiliar a encontrar a pessoa mais alinhada com suas expectativas, e ao saber interpretar como ela se comunica, certamente a chance da relação dar certo é ainda maior.

Pesquise sobre as 5 linguagens do amor, pratiquei a comunicação e seja feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.