Planejamento Financeiro Pessoal – Dicas para se organizar

Para que serve um Planejamento Financeiro Pessoal

 Um bom Planejamento financeiro pessoal é necessário para que você consiga guardar dinheiro e alcançar seus objetivos e realizar seus sonhos.

Antes de mais nada, precisamos acreditar que a vida é mais do que apenas trabalhar para pagar as contas. Com disciplina, vontade e com organização é possível adaptar sua vida a sua realidade financeira, com possibilidade de fazer uma reserva para o seu futuro.

Em outras palavras, podemos dizer que quem tem o controle de suas finanças através da execução de um bom planejamento financeiro vai viver de forma mais tranquila e ser uma pessoa mais realizada.

De antemão, gostaria de convidá-lo a pegar papel e caneta e anotar as dicas que tenho para você de um Planejamento Financeiro Pessoal que funciona e que pode ser feito por todos independentemente da classe social. Vem comigo.

Organização é a chave do sucesso do planejamento financeiro

 Em primeiro lugar, preciso te dizer que a partir de agora você terá que pensar melhor antes de passar o cartão para comprar uma roupa nova, ou para sair com um amigo. Ou seja, a partir dessa leitura não será aceitável nenhum gasto que não seja previamente calculado e dentro do orçamento.

O motivo de trazer o tema desta forma é para que você entenda que todo planejamento exige organização. Essa será a base para o sucesso do seu objetivo.

Primeiramente você precisa ter de forma muito clara quais são os seus rendimentos, quanto você ganha, depois de todos os descontos do salário. Esse é o valor que você utilizara para iniciar seu projeto.

Depois que o valor de entrada fica claro, se faz necessário somar os gastos fixos. Nesse momento, é preciso ser realista e colocar todas as contas no papel, nada pode ficar de fora. Lembre-se que omitir despesas afetará apenas o seu planejamento, o de mais ninguém. Seja sincero.

Neste momento, é provável que você já comece a ficar desconfortável, por descobrir que suas despesas fixas são maiores que sua receita, ou que o valor que sobra está muito baixo, te deixando com orçamento muito justo.

Frequentemente, após essa análise de valor de entrada versus o valor de saída temos como resultado que o que se ganha sequer pagam as contas fixas, e isso justifica o motivo de tanto uso de cartão de crédito e cheque especial.

Nesse caso, vou sugerir que você siga os passos abaixo para tentar equilibrar essa equação. Caso ao fazer a conta o seu saldo seja positivo, te convido a pular para o tema “Planejando o futuro”.

O que fazer quando você gasta mais do que ganha?

 Primeiramente, é preciso entender que culturalmente não somos educados financeiramente no Brasil e isso acarreta diversos problemas na sociedade, pois um cidadão que não sabe prever e gerenciar seus ganhos, vive um dia de cada vez, vendendo o almoço para comer na janta.

Contudo, não é porque isso é uma prática da maioria das pessoas que precisamos continuar seguindo essa regra, pelo contrário, acredito que temos toda a condição para mudar esse jogo.

O primeiro passo para se organizar financeiramente quando seu orçamento está estourado, é sem dúvida, o comprometimento com a causa. Essa mudança exigira de você muito mais esforço no início, porém lembre-se que num futuro breve você colhera os frutos dessa escolha.

6 passos para sobrar mais dinheiro no seu orçamento

1.   Reduza o consumo das contas fixas

Se organize melhor para lavar, secar e passar roupa. Verifique se não existe fuga de energia em seus eletrodomésticos em geral. Economize água.

2.   Use mais o transporte público ou serviços de aluguel

Caso tenha um carro, avalie a possibilidade de vendê-lo e reduzir suas despesas com seguro, IPVA, combustível e manutenção. Utilize carona e métodos de aluguéis temporários de veículos.

3.   Defina um valor de gasto mensal para lazer

Após definir esse valor, vá ao banco e saque esse dinheiro, deixe ele na carteira, assim terá mais consciência de quando e como gastá-lo, sabendo que não terá mais nenhum lazer até o próximo mês.

4.   Cartão de crédito deve ser usado para emergência

Não pense que o limite do seu cartão é a extensão do seu salário, isso é uma ilusão. Escolha um cartão sem anuidade. Reduza o limite do cartão para 30% do valor de sua receita. Use apenas em casos extremos.

5.   Pague tudo no débito

No momento de criação de consciência financeira, pagar no débito te ajuda a sentir a importância de gastar com cuidado e nuca por impulso, ou seja, ao entender que o dinheiro sairá imediatamente de sua conta te deixara mais conectado aos seu planejamento.

6.   Faça renda extra

Com os aplicativos de serviços que temos hoje, não é difícil se cadastrar para fazer compras de supermercado, ou ser motorista de aplicativo, ou passear com cachorro, ou até mesmo encontrar um trabalho temporário aos finais de semana ou a noite.

Planejando o futuro

De antemão, preciso te contar que você esta acima da média, pelo simples fato de conseguir ter uma receita maior que seus gastos mensais. Isso é mais raro do que você imagina. A taxa de endividamento da família brasileira eh de 71,4%. Quase 12 milhões de famílias estão endividadas e 4,3 milhões têm dívidas em atraso.

No entanto, estar com o saldo positivo não é suficiente para garantir o seu futuro. É importante aprender a administrar o dinheiro e planejar seus próximos passos com comprometimento e com sabedoria.

Recomento que mesmo estando no azul, leia os 6 passos para sobrar mais dinheiro no seu orçamento pois isso pode te ajudar a enxugar mais seu custo mensal e aumentar o valor que sobra para ser aplicado e investido nos seus sonhos.

Quanto mais você aprende a administrar o seu próprio dinheiro, mais você enxergará caminhos para seguir, e por isso gostaria de adiantar que existem vários cursos gratuitos ou de baixo custo para te ensinar sobre o mercado financeiro e sobre investimentos. Veja alguns cursos disponíveis.

Para que seja possível planejar o futuro, precisamos saber para onde queremos ir e em quanto tempo queremos chegar lá. Por exemplo, quero fazer uma faculdade ou uma pós graduação em 2 anos, e para isso vou precisar de R$ 1500,00 a mais por mês, também serve uma viagem que precisa ser planejada.

O importante é colocar essas informações no papel, seja no excel, word ou numa folha de papel mesmo. Essa é a única forma de enxergar os valores e o tempo que você precisa para justar esse valor. Trata-se de uma conta simples, se no seu orçamento hoje sobram R$ 200,00 por mês e você precisa de R$ 2.400,00 para fazer uma viagem, você vai demorar 12 meses para ter o valor necessário.

Considerando que 100% do valor que sobra no mês será reservado para essa finalidade e não pode ser gasto. Quando você tem essa consciência, você consegue traçar um plano de todos os seus objetivos com o cálculo de valor e tempo, e assim economizar onde for possível, e buscar ganhar mais dinheiro para sobrar mais, seja trocando de emprego, seja arrumando trabalhos extras.

Venda o que não usa – Faça dinheiro com seu guarda-roupas

À primeira vista, você vai dizer que tudo que tem em seu guarda-roupas é necessário e que sim você utiliza as roupas, calçados e acessórios que estão lá. Porém, você há de concordar que seria impossível tudo aquilo ser utilizado, não é mesmo?

As compras por impulso geram um consumo excessivo, e como sociedade deveríamos estar caminhando na contramão disso, precisamos cada vez mais reutilizar e reaproveitar os materiais para que possamos deixar um mundo melhor para o futuro.

Um estudo realizado pela consultoria McKinsey & Company, que aponta as tendências do setor de moda para o pós-pandemia, a previsão é “uma crescente antipatia pelos modelos de negócios que produzem resíduos”. Na contrapartida, “expectativas elevadas para ações sustentáveis”. Leia aqui o conteúdo na integra.

O mercado de vendas de roupas e acessórios de usados cresce exponencialmente no mundo e não é diferente no Brasil. Confira aqui a lista de opções de serviços online para trazer o dinheiro parado em seu guarda-roupa para seu bolso.

Além das dicas e opções mencionadas no link acima, temos no Brasil dois serviços online muito fortes em vendas de pecas de segunda mão, além de ter a opção de fazer a curadoria da peça, a precificação e o envio ao comprador. São elas: Enjoei e Repassa.

Aproveite para vender o que não usa e aumentar sua receita. Dinheiro é sempre bem-vindo.

Aplicativos que te ajudam a controlar suas finanças

Acreditando que depois de seguir os passos sugeridos nesse material, e ter real consciência de sua situação financeira, você está pronto para utilizar aplicativos em seu celular para auxiliar no controle de gastos. Conheça algumas dessas soluções:

Guia de Bolso: trata-se de uma opção bem completa para controle financeiro, pois permite que você faça a sincronização com sua conta bancária e cartões de crédito, sendo possível organizar os gastos por categoria e criar lembretes para pagamento de contas.

Monefy: com esse aplicativo é possível fazer controle de gastos diários, mensais e gerenciar o planejamento financeiro.

Orçamento fácil: o destaque dessa ferramenta fica por conta da seção dedicada aos cartões de créditos, assim como os demais, é possível gerencias as despesas e receitas, categorizar os gastos e agendar transações futuras.

Normalmente esses aplicativos possuem versões gratuitas e opções pagas com mais recursos e sem limite para algumas operações. Pesquise e avalie o que mais conversa com sua necessidade pessoal.

Aprendizado disponível de forma gratuita

Hoje em dia, praticamente tudo o que temos interesse em aprender ou saber um pouco mais está disponível na internet. Desde cursos como mencionado acima, mas também está disponível nas redes sociais mais populares.

É possível encontrar perfis de profissionais da área financeira falando diretamente para o seu público-alvo, que podem ser mulheres, jovens, empreendedores, investidores e mais. E nesse caso, não somente profissionais da área, mas pessoas que compartilham suas experiências.

Sabemos que, nas redes sociais as pessoas se identificam com pessoas, e por isso nada melhor do que o próprio falando sobre o que deu certo no seu planejamento financeiro pessoal, como conseguiu se livrar das dívidas e até mesmo falar sobre investimento.

Neste caso, poderia citar inúmeros perfis que seguem essa linha de conteúdo, mas vou me limitar a alguns poucos que podem te ajudar a se tornar uma pessoa mais controlada nos gastos e que planeja o futuro:

@maluperini e @bruno_perini são um casal e são sócios em muitos negócios, além de acompanhar o dia a dia de ambos, muito conteúdo sobre finanças e negócios são compartilhados por eles, além do conteúdo que eles têm em seu podcast e Youtube.

@faveladoinvestidor é o perfil do Murilo que fala sobre consciência financeira na periferia, provando que com organização e com constância todos podem ser investidores, independente de classe social.

@mepoupenaweb Nathalia Arcuri é uma especialista em finanças que ensina baseada em sua experiência pessoal, começou a fazer seu patrimônio aos 24 anos e hoje desfruta de alguns milhões. Possui livro, canal no Youtube, cursos, entre outros meios de comunicação.

Depois de todas essas dicas espero que você possa desfrutar de um futuro de muito sucesso e tranquilidade, independente de quais sejam os seus planos de vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.